5 de Fevereiro 

 

Nomes lembrados 

 

Leitura Bíblica: Êxodo 28.27-30 

 

Levará os nomes sobre o seu coração (Ex 28.29).

 

    Que satisfação quando alguém lembra nosso nome! Há pessoas que não gravam nomes facilmente, como eu. Mas um amigo nosso, pastor aposentado, ainda hoje saúda as pessoas prontamente por nome, tanto os adultos como seus filhos. Aparentemente tem o dom de memorizar, mas também sem dúvida, presta bem atenção quando alguém lhe diz o nome.

    Para que o povo de Israel fosse lembrado perante Deus, o sacerdote Arão levava sobre o seu coração todos os nomes das doze tribos. Quando entravam com ele. Escolhido por Deus, Arão representava anualmente todo o povo de Israel perante o Senhor para fazer expiação pelos seus pecados. Era um exemplo daquilo que Cristo faria século depois pela sua igreja. “Não estou rogando pelo mundo, mas por aqueles que me deste, porque são teus” (Jo 17.9). Ele vive sempre para interceder por aqueles que nele confiam (Hb 7.25).

    Cristo quer unir-nos com ele no serviço de oração por outras pessoas, como o apóstolo Paulo, que costumava orar pelos irmão das igrejas. Tanto os cristãos como os que não conhecem a Deus carecem muito das nossas orações. Além de orar por nós mesmos, podemos levar outros a Deus. A exemplo de Arão, levamos nos nossos corações os nomes que Deus indicar.

    Quando ainda jovem, depois de me converter, comecei a levar o nome de minha irmã a Deus em oração. Era mais nova que eu e ainda  não recebera Jesus no seu coração. Orava quase todos os dias que ela se convertesse. Talvez um ano depois, encontrei-me em um trabalho distante de casa, quando recebi uma carta dela. Contou de como ouvir o evangelho pregado pelo rádio e logo se ajoelhou e se entregou ao Senhor Jesus. Recebeu a certeza da salvação e depois foi batizada. Hoje ela está na glória – junto a Cristo, graças a Deus! Mas pergunto: Como teria sido se eu não tivesse orado por ela? – TL 

 

            Oremos pelos outros, não só por nós mesmos.