10 Abril

 

Fisicamente

 

falando

 

Leia -> 1 Coríntios 6: 12-20

Será que vocês não sabem que o corpo de vocês PE o templo do Espírito Santo, que vive em vocês e lhes foi dado por Deus? [...] Portanto, usem o seu corpo para a glória dele (vv. 19-20).

 

    O corredor que leva ao Davi de Michelangelo na Academia de Florença contém várias estátuas inacabadas. As estátuas “aprisionadas” são mais interessantes do que o impressionante Davi, pois as formas incompletas dão um vislumbre da obra do gênio. As informações nas placas dizem que Michelangelo deixou as estátuas inacabadas para expressar a crença de que, como os corpos aprisionados lutam para emergir dos blocos de mármore, da mesma forma nossos espíritos anseiam escapar do confinamento de nossos corpos.

     É surpreendente que o maior artista da história tinha uma visão tão pequena do corpo humano! Se Michelangelo acreditava nisso, por que gastou sua vida pintando e esculpindo imagens de pessoas?

    Os cristão de Corinto se achavam espirituais demais para seus corpos e argumentavam que os solteiro não deveriam casar-se, que os casado deveriam se divorciar, e que os que não pudessem divorciar deveriam ao menos parar de relacionar-se sexualmente. Paulo respondeu que o sexo é bom e que as pessoas já casadas deveriam satisfazer um ao outro ( Coríntios 7:1-11; 1 Timóteo 4: 3-4).

    O cristianismo é uma fé terrena e material. É a história de um Deus que criou nosso mundo bom, “...se tornou um ser humano e morou entre nós” (João 1:14), e ressurgiu com um corpo físico que poderia se alimentar e ser tocado (Lucas 24:36-43). Na pessoa de Seu Filho, o próprio Deus escolheu vir a terra em corpo humano. Somos mais parecidos com Deus, não quando nos consideramos mais do que nossos corpos, mas quando o honramos com ele.

 

- Mike Wittmer