1º de Maio

 

 Descontrolado

 

Leia-> Tiago 1:19-21

...cada um esteja pronto para ouvir, mas demore para falar e ficar com raiva (v.19).

     

      Imagine só. Você está em casa descansando quando um touro entra em disparada pela porta dos fundos, invade a cozinha, desce correndo pelo corredor e fica rodopiando vertiginosamente na sala de estar. Isso aconteceu com uma família em Aachen, na Alemanha. Antes que o proprietário finalmente abrisse a porta da frente para que o touro saísse, o animal causou um prejuízo a 27 mil reais.

     Quando imagino o rebuliço causado pelo touro, lembro que a ira pode explodir repentinamente, ricochetear de uma pessoa para outra e deixar desgastes emocionais em nossos lares. O seu poder destruidor deve ser evitado. “Se vocês ficarem com raiva, não deixem que isso faça com que pequem...” (Efésios 4:26).

     Tiago nos deu alguns conselhos práticos sobre como controlar a ira. Começa dizendo que devemos “...estar prontos para ouvir” (v.19). Respirar fundo. Não parece natural. Porém, ouvi com prontidão nos dá a chance de descobrir o que está acontecendo de verdade. O meu filho foi desrespeitoso ou apenas agiu como criança? O meu marido realmente quis dizer aquilo ou foi um mal-entendido? Qual é o meu grau de responsabilidade por esta situação?

     Após o treinamento para sermos ouvintes ágeis, temos que praticar o falar tardio. Esta abordagem demorada para expressar nosso pensamento, nos dá tempo para orar por domínio próprio e elaborar uma resposta adequada. Afinal, “A resposta delicada acalma o furor...” (Provérbios 15:1). Ser tardio para falar envolve escolher refrear o poder destrutivo das suas palavras.

    Finalmente, se a ira for inevitável, Tiago nos aconselha a ignorar nossos impulsos explosivos e evitar que aumentem. Há uma boa razão para isso. Ele prossegue dizendo: “...a raiva humana não produz o que Deus aprova” (Tiago 1:20). Como um touro descontrolado, a ira indomável é perigosa. Quando ela se aproxima, depende de nós sermos prontos para ouvir, tardios para falar e afastar a confusão.

 

- Jennifer Benson Schuldt