30 de Maio

 

Invisíve

Leia-> Reis 17:3-16
Como o SENHOR havia prometido por meio de Elias, não faltou farinha na tigela nem azeite no jarro (v.16).

    Nunca pensei que tivesse problemas para me controlar – até me casar. De algum modo a união entre duas pessoas revela o quanto desejamos fazer tudo de nosso próprio jeito. Desde a minha preferência em como dobrar (ou não) os cabertores à noite até a maneira de tomar decisões. Quero que as coisas sejam feitas de um jeito que me tragam conforto. Expondo a minha necessidade de controlar, Deus me revelou que ajo assim por resistir a confiar nele.
   Confiar nunca é fácil. Porém é ainda mais difícil quando tudo parece desanimador. Estamos dispostos a obedecer contanto que tenhamos uma vaga idéia do resultado. No entanto, Deus quer saber nossa reação quanto estamos escondidos numa caverna e sem saída.
    Ardoroso pelo Senhor, Elias proclamara com ousadia a um rei tolerante eu a chuva cairia somente sob as suas (de Elias) ordens (1 Reis 17:1). O que deveria ter sido um momento de triunfo espiritual se tornou uma prova para a fé de Elias. Com a sua vida em perigo, tudo o que ele tinha era uma ordem oficial do Senhor.
    Sem saber o que estaria reservado para cada dia, Elias aprendeu que a própria vida procede do que Deus fala (Números 23:19). Elias tinha que confiar que Deus cuidaria dele independente das circunstâncias (Isaías 41:10).
    Ao abrir mão da necessidade de saber Elias descobriu...
que qualquer que seja a direção dada por Deus, vem acompanhada da Sua provisão (1 Reis 17: 3-6).
Deus usa as circunstâncias para nos levar à Sua vontade (vv.7-9).
nossa confiança e subsequente obediência traz vida aos necessitados (vv.14-16).
    Queremos que Deus seja a nossa porção e esperança, mas às vezes prosseguimos somente quando no sentimos confortáveis. A própria essência de confiar em Seu caminhos significa perceber que não são os nossos (Isaías 55:8-9).
 

- Regina Franklin