3 Agosto

 

“Permaneçam juntos”

 

Leia-> Gálatas 6:1-10

Levai as cargas uns dos outros e, assim, cumprireis a lei de Cristo (v.2).

 

       Gladiador conta a história de Maximus, antes um respeitado general dos exércitos romanos que fora traído e condenado à escravidão. O filme retrata sua escalada pelas injustiça cometidas contra ele e sua família. Momentos antes da primeira luta de Maximus contra um adversário misterioso e poderoso no Coliseu, ele diz a seus colegas gladiadores: “O que quer que saia por estes portões, teremos melhor chance de sobreviver se agirmos juntos. Entenderam? Se ficarmos juntos – sobreviveremos!” Para o espanto da platéia, os gladiadores em desvantagem se juntam e conquistam uma vitória improvável.

   Há uma ligação essencial a ser aprendida com a história de Maximus – não fomos feitos para vivermos sozinhos. Esta verdade pode ser vista na vida de dois personagens bíblicos bastante conhecidos.

     Davi era um homem sempre rodeado de gente. Em sua juventude ele era “uma só alma” com seu amigo Jônatas (1 Samuel 18:1). Como rei, Davi tinha a companhia de três homens que defenderam seu trono e arriscaram suas vidas por ele em batalhas (2 Samuel 23:8-39).

     Sansão, por outro lado, vivia solitário. A Bíblia não menciona nada sobre qualquer amigo que ele pudesse ter tido. Ele não tinha ninguém por perto para alertá-lo dos erros que estava cometendo com a perigosa Dalila (Juízes 16). E, diferente de Davi, que viveu por muito tempo e morreu com glória, Sansão partiu prematuramente.

      A vida num mundo corrupto é difícil – por vezes até selvagem. Precisamos de amigos próximos e que nos conheçam bem. Pessoas que irão orar por nós, nos fortalecer quando estivermos ma, e nos alertar quando estivermos nos desviando (Gálatas 6:2).

      A diferença entre sobreviver e não sobreviver geralmente está nas palavras “se permanecermos juntos”.

-Jeff Olson