4 de Setembro

 

Distração

 

Leitura Bíblica: Mateus 24.37-39

 

Vigiem, porque vocês não sabem o dia nem a hora! (Mt 25.13).

 

     Estamos vivendo no mundo da distração. Um volume imenso de investimentos e invenções está direcionado para o lazer e a distração. Se o século dezoito foi marcado pela revolução industrial, o nosso tempo bem poderia ser denominado de "revolução do prazer". A fascinação, o apelo ao prazer, a autocontemplação, enfim, o "eu" é a prioridade em tudo. Elevar a voz em defesa de princípios como "Amarás o teu próximo como a ti mesmo" (Mt 19.19), ou "Negue-se a si mesmo, tome diariamente a sua cruz e siga-me" (Lc 9.23). é pedir para ser ridicularizado e desprezado.

     A lição ensinada pelo dilúvio é usada por Jesus para dar um alerta quanto ao tempo que precederia o seu retorno repentino. Talvez você pergunte: Sem aviso prévio!? Ora, os avisos são tantos que é impossível não perceber. Até mesmo a comunidade científica e os incrédulos estão amedrontados, mas a indústria da distração está de plantão para acalmar os consumidores de que podem  fazer seus investimentos e se divertir à vontade sem medo, pois -fim do mundo? Ah, isto não pode acontecer! Juízo final? É só história! Os acontecimentos recentes são apenas desequilíbrios da natureza, coisa natural!

     Jesus virá em breve para buscar aqueles que estão de prontidão. Suas palavras nos dão o alerta de que será um tempo em que o povo estará vivendo de maneira bem natural, sem preparo, "comendo e bebendo, casando e dando-se em casamento" (Mt 24.38). Não estavam preparados para o que Noé havia anunciado, não creram, por isso mesmo estavam investido nesta vida.  Por este motivo Jesus alerta: "Onde estiver o seu tesouro, aí também estará o seu coração" (Mt 6.21), Onde você tem investido sua vida? Você está pronto, preparado para o encontro eterno com o SENHOR? - VK

 

        Distração, preço alto demais!