.14 de Setembro

 

Identidade

 

Leitura Bíblica: 1 Coríntios 13.11-13

 

Assim diz o Senhor...: Não tema, pois eu o regatei, eu o chamei pelo nome; você é meu (Is 43.1).

 

       Quem sou eu? Será que sou quem penso ser, ou o que outros pensam? Sei que não sou mais quem eu era. Concordo com o apóstolo Paulo, que também sabia ter mudado. Quando menino, pensava como menino. Talvez eu hoje ainda não seja o que deveria. Mas  já mudei. Então, quem sou eu?

       Um dia, ouvindo o evangelho, descobri que era mesmo pecador.  Não gostei dessa descoberta. Por isso fui comparando e sempre encontrei outros que me pareciam mais pecadores que eu. Passei a esforçar-me para ser melhor. Os resultados não convenceram. Mesmo saber que haja outros piores não me trazia bem-estar. A convicção de que eu era mesmo pecador tornou-se uma acusação constante. Aos poucos, porém, descobri que Deus ama o pecador. Por isso ele enviara seu Filho.

       Quando criança, minha mãe me fez decorar João 3.16: "Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna." Agora parecia que em vez de "mundo" eu lia o meu nome. "Deus tanto amou o"...'". Isso naturalmente mexeu comigo. Mesmo assim resisti até que um dia minha mãe perguntou: "Filho, você ainda não pensou em tomar sua decisão?" Inicialmente essa pergunta me revoltou. Será que agora minha mãe também sabia que eu era pecador? Mas estava claro. Eu precisava tomar uma decisão. Ou aceitaria a oferta, recebendo Jesus como Senhor de minha vida, ou o rejeitaria, continuando no meu caminho de auto-suficiência. O apelo foi irresistível. Decidi-me por Cristo. Hoje posso responder à pergunta "Quem sou eu?":  sou alguém que descobriu ser pecador. E mais. Descobri que Deus me ama. E mais. Que posso ser alguém que transmite o apelo de Deus a você. Posso dizer-lhe que Deus o ama. Você é aquela única ovelha perdida que Jesus, o Bom Pastor, procura. Vá ao encontro dele. - HM

 

      Antes e acima de tudo você é alguém que Deus ama.