.23 de Setembro

 

Quantas obras!

 

Leitura Bíblica: Salmo 104.19-25

 

Quantas são as tuas obras, Senhor! (Sl 104.24).

 

        Muitas vezes esperamos o mar se abrir, o sol parar, o morto se levantar, o doente terminal ser curado, para só depois declararmos a soberania de Deus em nossas vidas. Queremos ver coisas fora do comum para exaltar a Deus.

       Mas o salmista (Sl 104.19-25) alerta-nos para o nosso Deus que opera no cotidiano, no simples, naquilo que muitas vezes parece trivial. O sol se pôs, a lua continuou a brilhar, os animais saem para a caça noturna, nasce o sol novamente, e vai o homem ganhar o seu sustento. Nada fora do comum aconteceu e o salmista exalta a Deus porque grandes são as suas obras.

       Precisamos aprender a ver Deus no nosso cotidiano, no nascer do sol, no sorriso dos encontros de amigos, na alegria de quem há muito tempo não se vê, no agradecimento de pessoas que estão ao nosso lado. Precisamos ver a manifestação de Deus até no choro que pode durar uma noite, mas na expectativa da alegria que é certa como o amanhecer. Talvez ultimamente não tenhamos visto nada fora do comum, tudo parece seguir uma ordem que por vezes nos deixa com tédio - nessa hora é que se torna necessário procurar Deus naquilo que parece trivial aos nossos olhos. Ainda que o mar continue mar, o sertão continue sertão, as leis na natureza continuem sem alterações, é preciso acreditar que Deus está presente em todas as coisas e é digno de ser exaltado.

        O nosso Deus é um Deus tão extraordinário como ordinário no melhor sentido da palavra, é um Deus que opera em ordem, no comum, no habitual, no corriqueiro, no que é tão simples que muitas vezes passa despercebido como, para muitos, passou Jesus de Nazaré. - LM

 

                Em tudo Deus está presente.