28 outubro

Algo para durar

Leia-> Números 11:1-15
Eu plantei, e Apolo regou a planta, mas foi Deus quem a fez crescer (1 Coríntios 3:6).

    
Por anos, Greg Mann deu duro para espalhar as boas-novas de Jesus ao o povo da remota região de floresta na Guiana. Ele tinha supervisionado a construção de varias igrejas em regiões acessíveis apenas por barcos. Mas Greg começou a sentir que as suas igrejas estavam estagnando.
    Ele começou a enfrentar problemas de saúde que afetavam seriamente sua capacidade de trabalho. Então, ele orou. E as igrejas cresceram. Greg percebeu um aspecto importante do serviço ao Senhor. Não era trabalho dele; era de Deus. A dedicação de Greg em servir a Deus era admirável , mas os guianeses não precisavam dele e sim de Jesus. Deus continuaria a Sua obra – com ou sem Greg Mann.
     Ao olharmos para os heróis da Bíblia, vemos tremendas falhas humanas neles. Moisés chegou a confrontar Deus, dizendo “...Por que me deste um trabalho tão pesado de dirigir todo este povo?” como se Deus o estivesse abandonando e á nação também (Números 11:11). Indignado, ele disse a Deus “...tem pena de mim e mata-me” (v.15). Deus, no entanto, ainda tinha muitos planos para Moisés. A Bíblia diz que Moisés fora enviado por Deus para ser líder e libertador do povo de Israel (Atos 7:35). Mas também revela que o êxodo do Egito não era responsabilidade de Moisés – mas de Deus.
    Ninguém conquista nada de valor sem Ele. O apóstolo Paulo compreendeu isso quando exortou a igreja em Corinto por depositar sua fé em líderes humanos. Ele, humildemente, colocou os servos de Deus, incluindo ele m esmo, em seus devidos lugares, quando disse: “Não importa nem o que planta nem o que rega, mas sim Deus, que Dá o crescimento” (1 Coríntios 3:7).
     É vital que assumamos os papéis que Deus tem para nós. Mas não podemos esquecer que Jesus precisa ser o alicerce em tudo que fizermos (v.11).
-Tim Gustafson