1º de Novembro

 

Boas obras

 

Leitura Bíblica:Mateus 15.29-31

 

O povo ficou admirado quando viu os mudos falando, os aleijados curados, os mancos andando e os cegos vendo. E louvaram a Deus de Israel (Mt 15.31).

 

        Durante seu ministério aqui na terra Jesus usou  seu corpo  físico para realizar sua obra. Sua voz, emitida pela laringe, para ensinar. Suas mãos para tcar. Seu pés, para deslocar-se por este mundo, no qual andou fazendo o bem, libertando os cativos do maligno e anunciando o Reino de Deus. Os cristãos constituem um grupo de pessoas com total compromisso com ele, que chamou de Igreja - pessoas em todos os lugares, em todos os tempos, dentre todas as nações que o amam e o servem integralmente. Ao ascender aos céus, Jesus constituiu os  cristãos como seu corpo, do qual ele é a cabeça. Neste exato momento em que escrevo estas linhas, meus dedos, parte de meu corpo, executam uma função: digitam o texto; mas quem organiza o pensamento e ordena o que deve ser digitado e qual tecla deve ser tocada e em qual ordem é a minha cabeça. É assim também com o corpo de Cristo. Por intermédio dos membros de seu corpo - cada cristão individualmente - Jesus continua hoje sua obra na terra. Nós, que construímos o seu corpo, precisamos submeter-nos como instrumentos à sua vontade e, sob as ordens da cabeça, realizar neste mundo o que ele quer fazer. Quando Jesus quer amparar um aflito, usa nossos braços para abraçar. Quando quer socorrer um faminto, as suas mãos e as minhas para alimentá-lo. Quando quer anunciar as boas notícias referentes ao Reino de Deus, usa a nossa voz para proclamar. Quando quer estimular os seus seguidores, pode usar este simples servo para ser seu instrumento (humildemente oro para que assim seja). O resultado de nossa atuação como membro do corpo de Cristo aqui nesta terra deve ser o mesmo causado no povo que viu os milagres de Jesus: o nome de Deus ser glorificado. Esta, e somente esta, deve ser a nossa motivação. Qualquer outra é falsa e portanto merece ser rejeitada! - MHJ

 

     Que nossas obras sejam boas e glorifiquem o nosso Pai que está nos céus. E só a ele.