28 de Novembro

 

Julgamento

 

Leitura Bíblica: Romanos 2.1-11

 

Você que julga os outros é indesculpável (Rm 2.1a).

 

      Alguns anos atrás assistimos a um programa evangélico pela televisão em que um pregador norte-americano lançava condenação e juízo contra o governo dos Estados Unidos. Esse pregador denunciava a corrupção no governo, condenava a vida imoral de várias autoridades, como também muitas irregularidades que ocorriam no governo dos Estados Unidos. Ficamos pensando como o tal pregado tinha tamanha ousadia no seu falar.

      Na vida das igrejas, percebem-se muitas vezes atitudes críticas de determinados membros destas. Condenam-se as atitudes e o comportamento de outros membros ou mesmo é o marido criticando a  esposa, armam-se cenas de ciúmes e transtorna-se a vida das pessoas.

      Além do mal que fazem, o problema dessas pessoas é que muitas vezes cometem quase as mesmas coisas que elas mesmas condenam ou julgam. É o que está escrito em Romanos 2.21-22, onde lemos: "E então? Você, que ensina os outros, não ensina a si mesmo? Você, que prega contra o furto, fruta? Você, que diz que não se deve adulterar, adultera? Você, que detesta os ídolos, rouba-lhes os templos?"

      No caso daquele pregador da televisão, não deu outra: dentro de pouco tempo foi também denunciado por escândalo do seu envolvimento com uma prostituta. É muito fácil acontecer: os que criticam os outros ou o marido que tem ciúme da esposa e condena o seu comportamento também têm alguma culpa no cartório.

     E você? Está incomodado com alguma atitude ou comportamento de outras pessoas? Já sentiu o desejo de criticar alguém? ExaminE-se a si mesmo e verifique se não está também incorrendo em falhas semelhantes. Se for o caso, acerte a sua situação com Deus e pare de julgar os outros. - MM

 

   "Não julguem e vocês não serão julgados. Não condenem, e não serão condenados" (Lc 6.37).